Carregando
HiruBlog
 
Dicas de Esportes
Futevôlei: belos lances na areia fofa

É a maior onda!

Nos anos 60, época da ditadura militar, jogar futebol nas praias do Rio de Janeiro era proibido pela polícia. Com isso, um grupo de amigos resolveu praticar o esporte utilizando traves fixadas nas areias cariocas.

Riscavam com os pés os limites da quadra, de forma que se transformasse em um grande retângulo, onde os jogadores só podiam tocar a bola com os pés ou com a cabeça. Tirando essa quadra improvisada e as redes, uma das únicas semelhanças com o vôlei que estamos acostumados a ver, é que a bola não podia tocar no chão dentro da área demarcada. Assim nasceu o futevôlei.

Anos depois, na década de 90, surgiram as primeiras associações e federações estaduais, dando início à  organização do esporte. Foi constituía a Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv) e foram realizados os primeiros campeonatos oficiais da modalidade.

A prática de futevôlei favorece o fortalecimento da musculatura das pernas, tornozelos e articulações. Além de melhorar o condicionamento fí­sico.

Por ser praticado nas praias, o solo irregular pode aumentar o risco de tendinite, torção e dores articulares. O ideal é que a areia seja livre de pedras, conchas ou qualquer outro objeto que possa representar risco de cortes ou ferimentos aos jogadores.

Mas com todo esse movimento, ás vezes, é inevitável ocorrer uma torção por conta do impacto do corpo com o chão. Alguns dos sintomas da torção podem ser dor, inchaço e hematoma.

O tratamento envolve repouso, gelo, compressão e elevação do membro. Aplicando um pano úmido com gelo por cerca de 30 minutos a cada hora, aumentando o intervalo para 3h nos dias posteriores. É importante que não tente imobilizar a região sozinho.

Em casos mais graves, pode ocorrer até a ruptura de um ligamento. São faixas do tecido que conectam os ossos à  articulação, tendo a principal função de restringir o movimento. Procure um médico para avaliar a gravidade do seu caso.

Com um tratamento adequado, a recuperação é um sucesso e será possível voltar a jogar futevôlei novamente. No entanto, é fundamental ter cautela no retorno do movimento. Pode haver uma condição de instabilidade, dor ou rigidez, causando recaí­das caso ocorra outro impacto.

Hirudoid® reduz os hematomas, diminuindo a inflamação e aliviando a dor.

Referência:
Bula do Hirudoid®.

Confederação Brasileira de Futevôlei – CBFv. História do futevôlei. Disponí­vel em: . Acesso em: Fevereiro/2018.

CulturaMix. História e regras do futevôlei: um esporte tipicamente brasileiro. Disponí­vel em: . Acesso em: Fevereiro/2018.

Hospital Daher. Como correr na praia sem risco de dores e lesões?. Disponí­vel em: . Acesso em: Fevereiro/2018.
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Entorse de tornozelo. Rev. Assoc. Med. Bras. vol.55 no.5. São Paulo, 2009. Disponí­vel em: . Acesso em: Fevereiro/2018.

Ministério da Saúde. Torção de tornozelo. Disponí­vel em: . Acesso em: Fevereiro/2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.